PROJETO QUE DETERMINA QUE ESCOLAS ABRAM NA PANDEMIA VAI PARA O SENADO – VAMOS PRESSIONAR OS SENADORES A VETAREM

O projeto que prevê a abertura presencial de todos os estabelecimentos de ensino privados e públicos, durante a pandemia (PL 5595/20) foi aprovado pela Câmara dos Deputados na noite dessa terça-feira (20). O texto torna a educação básica e superior um “serviço essencial” e que não pode ser interrompido mesmo durante a pandemia (salvo se houver critérios técnicos e científicos justificados pelo Poder Executivo quanto às condições sanitárias do estado ou município).

O projeto é um absurdo e retrata muito bem a base parlamentar desse governo federal pelo seu caráter autoritário e negacionista. Por que, perguntamos, ao invés de discutir esses PLs que só servem aos donos de escolas e governantes inescrupulosos, os deputados não aprovam um auxílio emergencial decente e não o atual de apenas R$ 150? Por que não discutem uma forma mais rigorosa de cobrar o governo e o Ministério da Saúde por mais vacinas contra a covid?

Agora, a discussão sobre o PL 5595/21 foi para o Senado. É lá que os professores, professoras e demais profissionais da educação têm que pressionar, diariamente, exigindo que os senadores não aprovem essa aberração negacionista.

Neste link, você, profissional da educação, tem acesso aos contatos dos senadores em seus gabinetes; e com os nomes dos parlamentares que estão nesta lista, vá também ao Instagram, Facebook, twitter e outras redes sociais e comente também, contra o PL 5595/2020.