Votação do Escola sem Partido foi suspensa

Professores protestam contra o PL Escola Sem Partido em sessão da Comissão Especial na Câmara (foto: UOL/Kleyton)

 

A sessão da comissão especial da Câmara dos Deputados que tinha anunciado para esta quarta (31) a votação do projeto Escola Sem Partido foi adiada para a próxima semana. Segundo a imprensa, o presidente da comissão, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), justificou o adiamento por causa do início da ordem do dia no plenário da Câmara que obriga os parlamentares a permanecerem no plenário. Segundo o presidente, ainda não está decidido o dia da votação na próxima semana.

Representantes de federações e sindicatos da educação, incluindo a Contee, foram à Câmara com faixas e cartazes para protestar contra o projeto. A pressão da sociedade e a atuação dos deputados de oposição fizeram com que a votação fosse adiada.

A Feteerj e os Sindicatos pedem aos professores e professoras que continuem a pressão aos deputados para barrar esse projeto que quer instituir a censura dentro das escolas. O contato com os integrantes da Comissão pode ser acessado aqui neste link.

Leia também: Nota em repúdio à perseguição de professores e professoras