SENADO DISCUTE NESTA QUINTA (10/06) PROJETO QUE OBRIGA AULAS PRESENCIAIS NA PANDEMIA – VAMOS PRESSIONAR PARA NÃO APROVAR

Senador Marcos do Val (Podemos-ES), relator do PL 5.595/2020 que obriga as escolas ficarem abertas mesmo na pandemia (foto: Agência Senado)

O Senado Federal pautou nesta quinta-feira (10/06) a votação do Projeto de Lei 5595/2020 que determina que as escolas de educação básica e ensino superior tenham aulas presenciais mesmo na pandemia. O PL é uma proposta negacionista e desumana e não pode ser aprovado!

O texto do PL torna a educação básica e superior um “serviço essencial” e que não poderia ser interrompido mesmo durante a pandemia (salvo se houver critérios técnicos e científicos justificados pelo Poder Executivo quanto às condições sanitárias do estado ou município).

O projeto é um absurdo e retrata muito bem a base parlamentar desse governo federal pelo seu caráter autoritário e negacionista. Por que, perguntamos, ao invés de discutir esses PLs que só servem aos donos de escolas e governantes inescrupulosos, os deputados não aprovam um auxílio emergencial decente e não o atual de apenas R$ 150? Por que não discutem uma forma mais rigorosa de cobrar o governo e o Ministério da Saúde por mais vacinas contra a covid?

A Feteerj e os Sindicatos dos Professores filiados à Federação orientam que os professores, professoras e demais profissionais da educação pressionem os senadores e exijam que eles não aprovem essa aberração negacionista.

Neste link, você, profissional da educação, tem acesso aos contatos dos senadores em seus gabinetes; e com os nomes dos parlamentares que estão nesta lista, vá também ao Instagram, Facebook, twitter e outras redes sociais e poste comentários contra o PL 5595/2020.